Unifesspa certifica alunos do curso de Informática básica em São Geraldo do Araguaia

0

Por meio de um convênio firmado com a Prefeitura de São Geraldo do Araguaia, a Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) certificou 60 jovens e adultos que participaram do curso de Microinformática básica realizado pela instituição no Município. A solenidade de certificação aconteceu na noite de sexta-feira (14), na Tupinambá Eventos, centro da cidade. O curso de informática é parte do projeto de extensão do curso de Sistemas de Informação que a Unifesspa oferece em São Geraldo do Araguaia.

Participaram da solenidade de entrega de certificados, o coordenador do curso, Professor Rangel Filho Teixeira, o prefeito Edilson da Emater; a secretária de educação do município, Maria Eunízia; a diretora de ensino do município, Mauriza Gomes; a secretária administrativa do curso de Sistemas de Informação, Maria Goreth Coutinho; monitores, cursistas e seus familiares.

A cursista Maria Eduarda Pereira Damacena Amaral, 15 anos, elogiou a formação e detalhou o aprendizado obtido. “Aprendi bastante sobre os aplicativos do Office. Agora consigo com facilidade digitar e formatar um texto no Word, criar uma planilha no Excel ou fazer uma apresentação no PowerPoint”, enfatizou Eduarda, enaltecendo os instrutores do curso.

Coordenado pelo professor Rangel Filho Teixeira, o curso faz parte do Programa de Inclusão Digital da Unifesspa. As aulas foram ministradas por acadêmicos do curso de sistemas de informação em cumprimento de carga horária de extensão acadêmica da formação superior.

Perfazendo uma carga horária de 96 horas aulas, o curso aconteceu na Escola de Ensino Fundamental Juvenal Pinheiro dos Santos e na Escola Estadual Macário Dantas, três vezes por semana, durante dois meses.

Conforme o professor Rangel, o projeto já capacitou mais de duas mil pessoas na região, ao longo de 12 anos. “Em 2018 foi firmado parceria com a Universidade Estadual do Pará (Uepa) e a Prefeitura de São Geraldo do Araguaia. Com isso, a oferta saltou de 300 para 600 vagas por ano”, informou Rangel.

Na ocasião, o prefeito de São Geraldo do Araguaia, Edilson da Emater, falou da satisfação de ver materializado mais uma ação do plano de governo de sua gestão e contextualizou os percalços enfrentados em sua trajetória acadêmica até chegar ao comando administrativo do município.

“Acredito que a educação é a única ferramenta capaz de mudar a realidade de uma sociedade. Eu sou fruto dessa realidade. Nascido no sei de uma família financeiramente humilde, tive de enfrentar grandes obstáculos para concluir minha formação acadêmica”, disse Edilson da Emater, ressaltando que é professor matemática.

Por sua vez, a secretária de educação de São Geraldo, Maria Eunízia, que também concluiu o curso de Microinformática básica, elogiou a qualidade da formação oferecida pela Unifesspa no município.

“Essa é mais uma oportunidade que tivemos para contribuir com a melhoria da qualidade da educação de São Geraldo. As aulas do curso foram de excelente qualidade”, disse Eunízia elogiando a competência e o compromisso dos instrutores.

(Ascom)

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.


Acessibilidade
Acessibilidade