Aconteceu na manhã de hoje, quarta-feira, 24 de março, momento de celebração em reconhecimento pela importância do trabalho educacional que a pedagoga Goiamar Gonçalves de Oliveira prestou em São Geraldo do Araguaia. A servidora faleceu no último dia 16 em decorrência de complicações de Covid-19. O pastor João Pedro Domingos Ferreira conduziu a oração inicial do momento e falou do entusiasmo que a servidora e fiel tinha em viver e conduzir os trabalhos.
O ato, restrito a poucas pessoas por causa da pandemia do novo coronavírus, ocorreu na Escola Presbiteriana, unidade de ensino onde a educadora trabalhava há mais de 10 anos. O momento, organizado pelos servidores da Secretaria de Educação do Município (Semed), contou com a presença da procuradora jurídica do município, Lusilea Torquato; o vice-prefeito, Dr. Edison; a secretária de educação do município, Carleny Botelho e outros servidores da educação lotados na Semed.
𝗦𝗲𝗺𝗲𝗱
A secretária de educação ressaltou que Goiamar sempre será lembrada pelo legado profissional que deixou na educação do município. “É um momento triste para todos nós de São Geraldo do Araguaia, sobretudo para os servidores da educação. Nossa querida Goiamar partiu, mas nos deixa boas lembranças pelo excelente trabalho que desenvolveu, pela mulher de caráter e também pelo exemplo de esposa e mãe que sempre testemunhou no meio por onde conviveu”, destacou Carleny. “Aproveito esse momento para pedir a todos que redobrem os cuidados na prevenção para combater o coronavírus que tanto vem tirando vidas humanas”, concluiu.
𝗗𝗶𝗿𝗲𝘁𝗼𝗿𝗮
A diretora da Escola Presbiteriana, Ana Rita Ferreira da Silva Pereira, também lamentou a morte da servidora. “Hoje estamos todos comovidos pela morte repentina de nossa colega, amiga e eterna companheira Goiamar”, lamentou.
𝗖𝗼𝗹𝗲𝗴𝗮𝘀
Visivelmente emocionado, o servidor Cosme Pereira relembrou convivência de seis anos de trabalho junto com Goiamar. “Foi momentos de grande aprendizado vivido em parceria com ela que foi uma excelente orientadora, companheira e amiga. Prefiro imaginar que Goiamar esteja em um lugar distante, ao invés de pensar que ela morreu”, pranteou. Nesse mesmo tom outros professores também registraram sentimento de apreço em memória da educadora.
𝗧𝗼𝗿𝗾𝘂𝗮𝘁𝗼
Em breve fala sobre a profissional, Lusilea Torquato também registrou a competência e brilhantismo que a servidora empunhava na execução das tarefas que lhe eram confiadas. “Goiamar sempre será lembrada entre nós como exemplo de pessoas que tem compromisso e dedicação no que fazia”, ponderou.

COMPARTILHAR